• Centro de Preservação da Memória

Manoel Lacerda Pinto

 

Manoel Lacerda Pinto - 27º

Nasceu na Lapa, Paraná, em 4 de dezembro de 1893, filho de Manoel Lacerda Pinto e Rita de Lacerda Pinto. Casou-se com Esther Lacerda Pinto.

Iniciou seus estudos no curso secundário em Curitiba, no Ginásio Paranaense. Em dezembro de 1912 mudou-se para São Paulo, onde se tornou Bacharel em Direito pela Faculdade de Direito do Largo do São Francisco (1917). Regressando a Curitiba, advogou até 1930, quando, por Ato do Interventor Mário Tourinho, foi nomeado membro do Conselho Consultivo do Estado. Em 1934, foi eleito deputado federal e participou da Assembleia Nacional Constituinte. Foi professor da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade do Paraná, como titular da cátedra de Ciências Políticas. Lecionou no Instituto de Educação e ministrou a disciplina de Direito Comercial e Direito Civil na Faculdade de Ciências Econômicas. Foi um dos fundadores do Círculo de Estudos Bandeirantes, bem como o primeiro ocupante da cadeira nº 18 da Academia Paranaense de Letras, além de patrono da cadeira nº 1 da Academia Paranaense de Poesia. Escreveu para revistas e os jornais "O Dia" e "Gazeta do Povo". Foi, ainda, um dos fundadores da Pontifícia Universidade Católica do Paraná.

Nomeado ao cargo de Procurador-Geral de Justiça em 1937, pelo então interventor Manoel Ribas, permaneceu à frente do Ministério Público até 1939.

Após o término de seu mandato, assumiu o cargo de Secretário do Interior e Justiça (1939). Em 7 de novembro de 1941, foi nomeado Desembargador do Tribunal de Justiça do Paraná. Posteriormente, ocupou o cargo de Presidente do Tribunal de Justiça (1949-1952 e 1959-1960). Foi também membro do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná por quatro anos.

Aposentou-se em 1963. Faleceu no dia 15 de fevereiro de 1974.

 

Recomendar esta página via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem