• Centro de Preservação da Memória

Antônio Martins Franco

 

Antônio Martins Franco - 20º

 

Nasceu em Campo Largo, Paraná, em 13 de junho de 1885, filho de Evaristo Martins Franco e Josefina de Souza. Foi casado com Elvídia D’Arc Munhoz Franco e, após se tornar viúvo, contraiu núpcias com Leony Hintz Franco.

Realizou seus primeiros estudos em sua terra natal e diplomou-se em Direito pela Faculdade do Largo de São Francisco, em São Paulo (1909). Foi também um dos fundadores da Universidade do Paraná, na qual se tornou professor catedrático, lecionando as disciplinas de Direito Penal, Direito Civil e Introdução à Ciência do Direito (1914-1952).

Iniciou sua carreira sendo nomeado para o cargo de promotor público da Comarca de Imbituva, onde também exerceu as funções de inspetor escolar (1910). Em 13 de fevereiro de 1911 foi removido para Palmeira, onde permaneceu por pouco mais de um ano. Fez concurso para Juiz de Direito, sendo nomeado para a comarca de São João do Triunfo (1914). Ocupou a função de oficial de gabinete dos presidentes do Estado Carlos Cavalcanti e Affonso Alves de Camargo (1912-1920). Depois, passou pelas comarcas de Palmeira, São Mateus do Sul, Rio Negro, Lapa e Curitiba.

Nomeado procurador geral da justiça do Estado em  22 de abril de 1924, permaneceu no cargo até 10 de novembro de 1926.

Foi nomeado desembargador do Superior Tribunal de Justiça (atual Tribunal de Justiça) em 10 de novembro de 1926, sendo eleito presidente da instituição  anos mais tarde (1931). Na sequência, foi também eleito presidente do Tribunal Eleitoral do Paraná (1933). Exerceu, ainda, o cargo de vice-presidente do Superior Tribunal de Justiça na gestão do Desembargador Clotário de Macedo Portugal (1941).

Aposentou-se em 20 de dezembro de 1952. Faleceu em 4 de setembro de 1968.

 

Recomendar esta página via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem