• Centro de Preservação da Memória

Francisco Itaciano Teixeira

Nasceu em Recife, Pernambuco, em 25 de janeiro de 1860, filho de Itaciano Teixeira e Felippa Honorata Teixeira. Casou-se com Adelaide Santos Müller Teixeira, com quem teve a filha Itacelina Teixeira de Bittencourt.

Realizou seus primeiros estudos em sua terra natal e graduou-se em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade de Direito do Recife.

Iniciou sua vida profissional transferindo-se para o Paraná, onde foi nomeado para ocupar o cargo de Juiz Municipal e de Órfãos da comarca de Campo Largo (1880) e depois de Palmeira (1881). Com a elevação do Termo de Tibagi à categoria de Comarca, foi nomeado o primeiro Juiz de Direito da comarca de Tibagi pelo então chefe do governo provisório, Marechal Manoel Deodoro da Fonseca (1890). Mais tarde, foi transferido para o mesmo cargo na comarca de Ponta Grossa (1892).

Nomeado ao cargo de procurador geral da justiça do Estado em 23 de maio de 1894, exerceu o mandato até seu falecimento, em 28 de janeiro de 1896. ¹ 

Foi nomeado desembargador do Superior Tribunal de Justiça do Paraná em 17 de janeiro de 1895, ano em que elaborou o “Plano de Reorganização da Justiça do Estado do Paraná”, aprovado pela Assembleia Legislativa Provincial do Paraná. 

Faleceu em 28 de janeiro de 1896, em Curitiba (PR).


1. Nomeado por ato de 23.5.1894, para mandato de quatro anos, conforme relatório apresentado ao governador do Paraná pelo secretário Caetano Alberto Munhoz no dia 29.11.1894, consultado no Arquivo Público do Paraná. O jornal "A República", de 27 de janeiro de 1895, traz notícia de nomeação de Francisco Itaciano Teixeira ao cargo de procurador geral da justiça do Estado. Naquela época, o procurador geral da justiça podia acumular esta função com a de desembargador.

* A imagem de Francisco Itaciano Teixeira foi recriada por seu neto Dâmaso Teixeira de Bittencourt em 2004, a partir da lembrança de fotografias que teriam se perdido num incêndio.

** Para ler o texto "O retrato de Itaciano Teixeira", escrito pelo procurador de Justiça aposentado Rui Cavallin Pinto, clique aqui.

Recomendar esta página via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem